0
×

Registo

Informações de perfil

Dados login

ou entre

Primeiro nome é obrigatório!
Ultimo nome é obrigatório!
Primeiro nome não é válido!
Último nome não é válido
Isto não é um endereço de email!
Endereço de email é obrigatório
Este email já está registado!
Password é obrigatório!
Introduza uma password válida!
Por favor introduza 6 ou mais caracteres!
Por favor introduza 16 ou menos caracteres!
As passwords não são iguais!
Termos e condições são obrigatórios!
Email ou Password estão errado(s)!

Antropometria e BTT - Página 6

Antropometria e BTT (continuação)

 

Texto: Tiago Matias | Fotos: Paulo Nascimento

 

 

10 :: Guiador

 

 Numa bike de XC, o guiador mais adequado para um uso desportivo e competitivo é o recto (flat bar). Na realidade, o guiador tem uma ligeira curvatura, em geral de 3° a 5°, destinada a possibilitar uma posição ergonómica dos pulsos, ou seja, para estes estarem em posição natural, sem qualquer rotação ou torsão.

 

 

O comprimento do guiador deve ser escolhido tendo em atenção a tua largura de ombros. A maioria dos guiadores de XC está entre os 58 e os 64 cm (incluindo alguns ligeiramente sobre-elevados), podendo depois ser cortados à medida. Deves ficar com os dois braços paralelos ou ligeiramente abertos. Este ajuste do comprimento do guiador assegura-te uma posição adequada para manobrares bem a tua bike.

 

 

 

 

 

 

 

10 :: Travões, mudanças e extensores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os manípulos de travão são particularmente úteis durante as descidas! A descer, deverás estar em pé ou posicionado atrás do selim, conforme a inclinação.

 

Nessas condições deve ser fácil accionar os manípulos dos travões. Por isso o ajuste mais correcto é em função da posição ergonómica ideal. Se o betetista raramente se colocar de pé, então os comandos de travão podem ser ajustados um pouco menos que a horizontal. Mas o ideal é que as manetes fiquem alinhadas com a linha dos braços.

 

 

Os extensores ou “cornos” devem também ser ajustados tendo em vista respeitarem a regra da posição ergonómica óptima dos pulsos. Esta medida fica um pouco ao critério do conforto do betetista, que deverá ajustá-los para as subidas, altura em que são mais utilizados.

 

 

Conclusão

Como viste, há muitas regras a seguir e na altura da compra é difícil respeitar todas. Por isso, quando estiveres na loja toma atenção sobretudo ao tamanho do quadro (e seus ângulos - vê no site ou catálogo), avanço, e guiador, pois podes ter de os trocar na loja. O resto pode ser ajustado!

 

Deves também ter em conta que as indicações que te demos nestas páginas são apenas isso; indicações. Cada caso é um caso, pelo que se te sentires mais confortável com os ajustes feitos de outra forma, tudo bem. Mantém presente que os ajustes mal feitos podem ter consequências a longo prazo, como é o caso das tendinites.

 

 

Boas pedaladas!

 

<< Inicio  < Pág. anterior  1  2  3  4  5  6  Pág. seguinte >  Fim >>

Carrinho

O seu carrinho de compras está vazio